programando em equipe

1. programando em equipe

magico
magico

(usa GoblinX)

Enviado em 30/06/2022 - 19:34h

O que vocês recomendam para desenvolver um projeto com vários programadores.

Para saber as últimas alterações, gerenciar todo o código etc...

Em fim, programar em equipe, tem algum sistema ?


  


2. Re: programando em equipe

leandro peçanha scardua
leandropscardua

(usa Ubuntu)

Enviado em 30/06/2022 - 21:44h


Github, mas se vc quer gerenciar dentro do seu ambiente tem o cvs e o subversion


3. Re: programando em equipe

Ruan
ru4n

(usa Fedora)

Enviado em 30/06/2022 - 22:54h

git


4. SERVIDOR LOCAL GIT

Paulo
henbran

(usa Debian)

Enviado em 01/07/2022 - 13:09h

Implemente um servidor LINUX local dedicado p/ o repositório local GIT.

Concentre teus projetos lá e discipline a equipe com os versionamentos do GIT.

É uma ótima prática



5. Re: programando em equipe

Diego Mendes Rodrigues
diegomrodrigues

(usa Ubuntu)

Enviado em 03/07/2022 - 10:21h

Gestão da Equipe de Desenvolvimento

KANBAN

Para gerenciar a equipe do seu negócio, o que está sendo desenvolvido, utilize o Kanban, que pode ser aplicado em projetos que estão mais abertos a mudanças ou em times que podem ser alterados a qualquer momento.
O Kanban é uma metodologia que nasceu nas fábricas da Toyota. Ele surgiu como um mecanismo de controle de estoques, que rapidamente foi incorporado em outras rotinas. Hoje, essa metodologia é vista por muitos gestores como uma forma mais inteligente e precisa de gerenciar rotinas e, assim, atingir melhores resultados.
O foco do Kanban está em otimizar o fluxo de tarefas, tornando a distribuição de rotinas mais simples e prática: todas as tarefas são distribuídas em um quadro e separadas nas seguintes categorias:
- Para executar (To do);
- Em andamento (Doing);
- Finalizado (Done).
Também chamado de Kanban Board, esse quadro pode ser adaptado conforme as necessidades do negócio. A ideia, nesse caso, é facilitar o acompanhamento da distribuição das tarefas e a sua evolução.

CERIMÔNIAS DO KANBAN

As cerimônias do Kanban permitem visualizar melhor o andamento do trabalho e identificar possíveis entraves para o andamento das demandas, melhorando o fluxo dos processos.
Seguem as 3 principais cerimônias do Kanban: Cadências de reabastecimento (replenishment meeting); Workflow Kanban Meeting e Flow Review.

CADÊNCIA DE REABASTECIMENTO

A cadência de reabastecimento permite que as equipes selecionem as demandas e reabasteçam a coluna “Para executar” para que não fiquem sem trabalho no próximo período. Geralmente, é uma cadência que envolve reuniões semanais ou quinzenais, que duram até 30 minutos.

WORKFLOW KANBAN

Já a Workflow Kanban Meeting envolve as equipes do serviço em uma conversa colaborativa sobre o status do trabalho, filas entre os estágios e problemas que afetam o fluxo de trabalho. Esta cadência tem reuniões semanais, com até 50 pessoas, durando no máximo, 20 minutos.
No caso de organizações mais maduras, elas podem apenas discutir os itens que estão bloqueados no board e não discutir todos os tickets. Durante a Kanban Meeting, deve-se lembrar de gerenciar o trabalho e não os trabalhadores.
Nesta etapa, os problemas identificados são resolvidos após a reunião por membros da equipe por meio de conhecimentos e habilidades relevantes.

FLOW REVIEW

Por fim, a Flow review desenvolve uma compreensão quantitativa inicial do serviço prestado, facilitando o planejamento do trabalho e melhorando a previsibilidade. As reuniões ocorrem duas vezes por mês, com até 30 minutos de duração e não precisam de toda a equipe.
Para a Flow Review são necessários alguns dados como: distribuição da demanda por tipo de trabalho, intervalo de tempo do bloqueador por causa, intervalo de defeito e tempo de retrabalho por causa e itens de trabalho por idade.

Atenciosamente,
Diego M. Rodrigues


6. Re: programando em equipe

Diego Mendes Rodrigues
diegomrodrigues

(usa Ubuntu)

Enviado em 03/07/2022 - 10:30h

Junto com a implantação do Kanban, sugiro o gerenciamento do código-fonte com o Git.

O Git é um sistema de controle de versionamento de código-fonte distribuído, que inicialmente foi desenvolvido por Linus Torvalds para gerir todo o código-fonte do seu famoso Kernel Linux.

Dentre as características do Git temos:
- Suporte para desenvolvimento não-linear: permite a criar branchs que são áreas distintas para separar em cada área, o que irá fazer no projeto, por exemplo: Uma branch para corrigir bugs e uma outra branch para dar continuidade no desenvolvimento de uma nova funcionalidade. Após o término de uma das branchs, você terá a possibilidade de realizar um merge, que faz uma mesclagem entre ambas as áreas, para corrigir conflitos e manter ambas as branchs em uma única linha de desenvolvimento no final.
- Autenticação criptografada do histórico: O histórico do Git gera uma árvore de hash para cada commit (publicação de código) efetuado, sendo que uma vez publicado, não será possível mudar as versões de hash que foram geradas.
- Estratégia de merge conectáveis: O Git possui um conjunto de algoritmos bem definidos para mesclagem de códigos, realizando autocompletes do código e avisando o desenvolvedor quando ocorrer conflitos entre o mesmo arquivo, só que de versões distintas.

Para trabalhar com o Git, você pode utilizar:
- Documentação oficial: http://git-scm.com/doc
- GitHub: https://github.com/
- Bitbucket (Similar ao Git): https://www.atlassian.com/software/bitbucket/pricing

Atenciosamente,
Diego M. Rodrigues






Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts